BLOG / Vídeos

DW! SP 2024: mapa das águas invisíveis de São Paulo inspira conceito visual e reflexões sobre futuro

A capital paulista tem uma cartografia ainda pouco conhecida: rios, córregos e outros marcos fluviais essenciais na história da cidade. Hoje invisíveis, essas águas são o fio condutor da campanha da DW! SP 2024 que, pela primeira vez, traz um tema de comunicação institucional cuja identidade visual vem com a intenção de inspirar outros olhares sobre São Paulo. A cidade possui um mapa de águas naturais tão extenso e complexo quanto o de ruas e avenidas. E conhecer estes rios e córregos invisíveis é uma forma de entender a história, construir soluções e pensar no futuro da cidade, sempre com a visão do design no horizonte das ideias.

O tema institucional foi apresentado pela primeira vez no Festival Metrópole, promovido em 25 de janeiro de 2024 pela Galeria Metrópole (tendo à frente a designer e produtora cultural Ju Amora e o atual síndico da Galeria, Ricardo Gouveia). O evento marcou a reabertura especial – e única – do hall do Cine Metrópole, fechado há mais de dez anos, com a reprodução do documentário Entre Rios, com direção de Caio Ferraz, que realizou um debate após a sessão com a jornalista Winnie Bastian.

“A participação da DW! no Festival Metrópole, comemorando essa data histórica de 60 anos de inauguração do Cine Metrópole, vem consolidar essa movimentação de retomada do mercado criativo dentro da galeria. Nossa parceria se iniciou em 2022. De lá pra cá, a visibilidade e a percepção de novas oportunidades de negócios crescem a cada ano. Por isso, é uma grande alegria ter este parceiro com a gente. Juntos, mostramos que o movimento do mercado criativo para repensar o centro da cidade de São Paulo está cada dia mais fortalecido”, conclui Ju Amora.

“Graças a esse movimento de revitalização do centro, à vinda dos designers e arquitetos e a essa conexão com a DW!, que completa o terceiro ano em março de 2024, conseguimos com que a Galeria Metrópole colaborasse com essa melhoria para o Centro em sinergia com o que a gente enxerga para o resgate da região. Nada melhor do que a junção de DW! e Metrópole para fortalecer esse movimento. [O Festival Metrópole] foi um evento único, comemorando o aniversário da cidade de São Paulo, o aniversário do Cine Metrópole e os preparativos para a DW!”, afirma Ricardo Gouveia, síndico da Galeria Metrópole há 10 anos.

Cartografia das águas, brasilidade e conexões como pontos de partida e de chegada

A identidade visual foi desenvolvida pela arquiteta, designer gráfica e educadora Maria Claudia Levy Figliolino. A cartografia hidrográfica da cidade foi um dos pontos de partida, uma vez que a DW! Semana de Design de São Paulo acontece no período em que se comemora o Dia Mundial da Água, em 22 de março. Em tempo: o festival neste ano tem duração de 11 dias e vai de 14 a 24 de março, com ativações em diversos distritos de design e centenas de endereços da capital paulista.

Além das águas, outra inspiração foi a brasilidade, traduzida no conceito visual da campanha na forma de curvas e cores vibrantes. Esses elementos trazem muito do modernismo e, especialmente, do paisagismo de grandes nomes como Roberto Burle-Marx, além de representar fluidez, dinamismo e vida, em uma visão moderna e orgânica do design. Tudo a ver com o movimento e a energia que a DW! promove na cidade a cada festival, conectando pessoas, espaços, histórias e as mais diversas formas de criatividade no maior festival urbano de design da América Latina.

“Mais que um tema, pensar sobre essas águas invisíveis e essenciais em São Paulo tem uma abordagem educativa e construtiva que se conecta ao universo de temas do festival, como design, urbanismo, arquitetura, arte, economia criativa, inovação e tecnologia. Nesta edição, a DW! convida a encontrar outros olhares sobre a cidade, seus espaços, suas histórias e os recursos naturais, propondo uma reflexão sobre futuro”, destaca Lauro Andrade, idealizador e CEO da DW! Semana de Design de São Paulo.

A identidade visual é a cara da DW! SP 2024, em sua campanha institucional. Ela aparece no mapa distribuído durante o festival, nas redes sociais, aqui no site, nos adesivos encontrados nas lojas participantes oficiais e (mais novidade!): nos ícones que simbolizam cada um dos distritos de design!

Entre Rios: uma perspectiva surpreendente de São Paulo como cidade das águas

Entre as referências para construir o storytelling da campanha da DW! SP 2024 foi o documentário Entre Rios: a urbanização de São Paulo, dirigido por Caio Ferraz. O trabalho foi realizado em 2009, para a conclusão do curso em Bacharelado em Audiovisual no SENAC-SP, e desde então já teve mais de 3 milhões de visualizações no YouTube da Editora Contexto (para fazer o download em HD, clique aqui).

Com um enfoque geográfico-histórico, o documentário também permeia questões ambientais, econômicas e sociais, trazendo como destaque as transformações dos cursos d’água paulistanos e as motivações que orientaram a cidade a se moldar como se eles não existissem. A cidade, assim como os rios, está em constante transformação há 470 anos (recém-completos no dia 25 de janeiro, quando a DW! exibiu este documentário no Cine Metrópole, um ícone cultural e histórico em São Paulo) e pode tomar novos rumos a depender da sociedade.

Por tudo isso, Entre Rios permanece tão atual e motivando conversas apaixonantes sobre São Paulo. É este o desejo da DW! com o conceito visual da campanha 2024: contar histórias, revelar múltiplas perspectivas, despertar ainda mais curiosidade sobre os espaços da metrópole, contribuir para a educação e instigar reflexões construtivas.

“É importante pensar o design de uma forma mais ampla, ou seja, de também pensar na cidade como uma forma de design. No ‘Entre Rios’, há um depoimento que diz que as cidades são como ‘obras de arte abertas e inconclusas’ – uma frase do arquiteto e urbanista Alexandre Delijaicov – e é exatamente isso: a gente pode remodelar a cidade, mas é preciso lembrar sempre que os rios são a estrutura de São Paulo. Nossa cidade se fundou às margens dos rios Tamanduateí e Anhangabaú, e com o Plano de Avenidas eles se tornaram a estruturação viária da cidade. São Paulo é a cidade dos carros, mas é preciso imaginar uma São Paulo das águas, pensar o design estruturando o desenho da cidade a partir de sua natureza. Esse é o maior desafio da hipermodernidade: conciliar a cidade com os espaços naturais e pensar que, como seres humanos, fazemos parte da natureza”, conta o diretor Caio Ferraz.

Você também pode conferir a websérie do projeto Volume Vivo, também criada pelo diretor Caio Ferraz, que contextualiza em três episódios os vários fatores envolvidos na recente crise hídrica atravessada por São Paulo.

Esperamos você pra 13ª edição do maior festival urbano de design da América Latina. Para uma experiência ainda mais incrível, vamos publicar uma série de conteúdos sobre como aproveitar melhor a DW! Semana de Design de São Paulo.  Nosso guia de viagem já está no ar. Também reunimos dicas de como montar a melhor mala para a DW! SP e há spoilers dessa nova edição, aqui. Pra finalizar, o time DW! recomenda: assine a newsletter da DW! no botão abaixo e fique por dentro de tudo.

Compartilhar

Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DW! SP 2024

Cadastre seu e-mail para receber notícias exclusivas do festival e do universo do design, arquitetura e decoração:

Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!


    Você poderá cancelar a assinatura a qualquer momento.

    Consulte nossa política de privacidade.