BLOG / Vídeos

Mostra Artefacto 2022 chega a Curitiba trazendo a nova coleção de mobiliário da marca

Profissionais renomados criam ambientes inspirados no centenário da Semana de Arte Moderna de 1922

O tema Natureza Modernista foi escolhido para orientar a criação dos ambientes assinados de todas as Mostras Artefacto realizadas neste ano, em diversos pontos do país. Inspirado no centenário da Semana de Arte Moderna de 1922, ele traça um paralelo entre a originalidade desse movimento artístico e o DNA da grife, que valoriza o design autoral, as matérias-primas naturais e a produção artesanal.

Em Curitiba, não é diferente: a Mostra Artefacto 2022 acaba de ser inaugurada e reúne espaços criados por alguns dos mais influentes arquitetos, designers de interiores e paisagistas que atuam na região. A abertura da exposição celebra também a chegada ao showroom da Edition 2022, ou seja, da nova coleção de mobiliário da marca. Conheça os ambientes:

Aberto para o verde

Ana Leticia Virmond – Mostra Artefacto Curitiba – Credito Diego Mello

A arquiteta Ana Letícia Virmond (@analeticiavirmond) projetou um loft de praia de 89 m2. “Com base nos elementos do modernismo e em composições entre linhas retas e sinuosas, criei ambientes amplos, totalmente integrados e em harmonia com o paisagismo, que trazem a natureza para dentro do espaço e tornam a casa viva”, diz a profissional.

Ponto de encontro

André Bertoluci – Mostra Artefacto Curitiba – Credito Diego Mello

Living, área de jogos e jantar com adega compõem o ambiente imaginado por André Bertolucci (@andrebertoluciarquitetura). “Pensei numa rotina orgânica e em pessoas que adoram reunir familiares e amigos. Por isso, elas buscam espaços integrados e funcionais. O conceito é clean e contemporâneo, emoldurado numa paleta com pontos de cor”, afirma.

Templo de relax

Antonella Volpe e Fabricia Pompeu – Mostra Artefacto Curitiba – Credito Eduardo Macarios

A dupla Antonella Volpe e Fabricia Pompeu (@duo.arch) estreia na mostra com um spa que aguça os sentidos. “As cores e a iluminação contemplam a visão e deixam o ambiente aconchegante; aromas deliciosos agradam o olfato; para a audição, temos sons que transmitem tranquilidade; texturas traduzem o conceito rústico com apelo sofisticado e atraem o tato”, revelam.

Trabalho afinado

Camilla Mota e Carla Ribas – Mostra Artefacto Curitiba – Credito Eduardo Macarios

Experts em projetos residenciais e corporativos, Camila Mota e Carla Ribas (@a3arquitetasassociadas) criaram, em sua primeira partipação na mostra, um escritório de 28 m2 que combina funcionalidade e atmosfera descontraída. “Estudamos um conceito de resgate de época para acomodar os móveis e mesclar tendências”, afirmam.

Traçado orgânico

Camila, Cymara e Jacy Ebrahim – Mostra Artefacto Curitiba – Credito Daniel Katz

O trio Camila, Cymara e Jacy Ebrahim (@ebrahimarquitetura) imprimiu um clima fluido e aconhegante no living gourmet de 125 m2. “Combinamos nossa paixão por elementos naturais aos lançamentos de linhas orgânicas num espaço amplo e aberto. O projeto estabeleceu uma conexão com a área externa”, explicam as profissionais.

Retorno à essência

Caroline Andrusko – Mostra Artefacto Curitiba – Credito Eduardo Macarios

Caroline Andrusko (@carolineandruskoarquitetos) criou um loft de 68 m2 composto de sala de jantar, living e quarto. “Utilizei materiais que remetem à natureza, como madeira, fibras têxteis, pedras e couro, pois eles resgatam elementos essenciais para vivermos bem. A paleta traz cores neutras e toques de azul marinho. Espelhos e pedras em locais estratégicos sugerem personalidade”, diz.

Toque de mestre

Elaine Zanon e Claudia Machado – Mostra Artefacto Curitiba – Credito Eduardo Macarios

Com painéis amadeirados e mobiliário de tons neutros, as áreas de estar e jantar projetadas por Elaine Zanon e Claudia Machado (@arquitetareoficial) somam 80 m2. “O tema foi traduzida por meio de materiais e texturas naturais, inspirações artísticas vindas da Bauhaus e um olhar para a sutileza da curva, como ensinou o mestre Oscar Niemeyer”, falam as profissionais.

Tons litorâneos

Elke Fadel – Mostra Artefacto Curitiba – Credito Eduardo Macarios

Elke Fadel (@elke_bernardelli_fadel) assina um quarto de 37 m2 com espaço de trabalho, closet butique e canto de leitura e contemplação. “A inspiração foi a areia da praia. As formas do mobiliário e os tons escolhidos resgatam a sensação de estar numa enseada e observar as mudanças de tons, que vão do bege ao cinza quando o sedimento encontra a água do mar”, afirma.

Mix elegante

Ivan Wodzinsky – Mostra Artefacto Curitiba – Credito Diego Mello

Adepto de um estilo que define como “eclético”, Ivan Wodzinsky (@ivanwodzinsky) projetou uma sala de jantar com jardim anexo. Juntos, os ambientes ocupam uma área de 75 m2. “Interpretei o tema da mostra misturando modernidade e charme para obter um visual de casa chique. O jardim, branco e minimalista, tem um papel à parte”, conta o profissional.

Curvas acentuadas

Jayme Bernardo Arquitetos – Mostra Artefacto Curitiba – Credito Eduardo Macarios

Jayme Bernardo (@jaymebernardoarquitetura) e sua equipe criaram dois amplos espaços envidraçados, de 96 m2, que contemplam sala de jogos e living com jantar. Nos ambientes, os tons de cinza e o mobiliário de linhas sinuosas dominam a cena. A entrada de luz natural ressalta a leveza do projeto.

A favor da transparência

Jocymara Nicolau – Mostra Artefacto Curitiba – Credito Diego Mello

O ambiente de 65 m2 assinado por Jocymara Nicolau (@jocymaranicolauarq) está localizado numa das vitrines da loja. “Um elemento vazado, inspirado nos cobogós modernistas, foi instalado de forma suspensa, como se flutuasse por cima do vidro. O ambiente ganhou ar despojado sem perder a sofisticação”, explica.

Canto de bem-estar

Josianne Madalosso Vassão – Mostra Artefacto Curitiba – Credito Diego Mello

Com 43 m2, o projeto de Josianne Madalosso Vassão (@josiannemadalosso) se divide em dois ambientes: quarto e estar íntimo, com espaço para ler e relaxar. “Queria fazer um lugar restaurador e, para isso, busquei inspiração em técnicas utilizadas na neuroarquitetura, como a biofilia, e na arquitetura sensorial”, afirma.

Claridade em profusão

Juliana Meda – Mostra Artefacto Curitiba – Credito Diego Mello

Juliana Meda (@julianamedaarquiteta) assina um dos maiores espaços da mostra: a área gourmet funcional de 80 m2, em cujo projeto a arquiteta deixa clara sua preferência pelos materiais de origem natural, como madeira, pedra e vidro. Dividido em dois setores, o ambiente tira partido do ar cenográfico da pérgula envidraçada.

Ninho de aconchego

Luiz Mori Neto – Mostra Artefacto Curitiba – Credito Lucas Campelo

Escolhas com foco total no conforto e o contraste entre tons escuros e claros definem o grande quarto de hotel projetado pela arquiteto Luiz Mori Neto (@luizmorinetoarquiteto). “Além do mobiliário Artefacto, a banheira de pedra vulcânica e a marcenaria, que utiliza carvalho preto, ajudam a destacar o projeto”, revela.

Convite ao convívio

A sala de 40 m2 assinada por Patricia Fouani (@studiopatriciafouani) abraça os jardins externos e abre espaço para os momentos de convivência. “Acredito na simplicidade das formas, na leveza dos ambientes e na integração com a natureza. Criar ambientes confortáveis e, ao mesmo tempo, visualmente atraentes é a premissa no meu trabalho”, define.

Efeito monocromático

Priscilla Muller – Mostra Artefacto Curitiba – Credito Eduardo Macarios

Living e bancada gourmet se integram no espaço de 80 m2 criado por Priscilla Muller (@priscillamuller.arquitetura). “O ambiente tem pé direito elevado e esquadrias projetadas exclusivamente para ele. Procurei valorizar a entrada de luz natural com a escolha de elementos claros e monocromáticos”, explica.

Neutro caloroso

Samara Barbosa – Mostra Artefacto Curitiba – Credito Diego Mello

Samara Barbosa (@arq_samarabarbosa) imaginou o espaço dedicado à Artefacto Home (a galeria de objetos da marca), no qual incluiu living e jantar, além da área de atendimento, sempre buscando um resultado acolhedor e aconchegante. “Meu perfil se traduz em bases neutras, materiais nobres e num estilo contemporâneo com sutis toques clássicos”, conta a profissional.

Integração total

Studio AK 16 – Mostra Artefacto Curitiba – Credito Eduardo Macarios

O loft de 75 m2 projetado por Alfonso Bruzamarello e Cassiana Bachendorf, do Studio AK 16 (@studioak16), reúne sala de jantar, estar e quarto, todos integrados. “O destaque do ambiente, juntamente com o mobiliário Artefacto, é a mistura de elementos e texturas. Buscamos criar um espaço acolhedor, que traga a sensação de bem-estar”, explicam.

Casulo urbano

Suelen Parizotto – Mostra Artefacto Curitiba – Credito Eduardo Macarios

Suelen Parizotto (@suelen_parizotto_arquiteta) criou um living todo aberto de 90 m2, com direito a área de jantar e adega. “O projeto mescla o toque quente da madeira com um irresistível acento urbano. Materiais naturais, como couro, camurça, linho, fibras e pedras, resultam num ambiente único e acolhedor”, explica.

Arte vibrante

Talita Nogueira – Mostra Artefacto Curitiba – Credito Eduardo Macarios

O espaço assinado por Talita Nogueira (@talitanogueiraarquitetura) é completo: em 100 m2, engloba living, sala de jantar, suíte e garden. No décor, obras de arte e objetos ajudam a trazer pontos de cor. “Usei nuances vibrantes em diferentes planos e formas, em contraste com o mobiliário de tons neutros e sóbrios”, explica.

Atmosfera fluida

Viviane Loyola – Mostra Artefacto Curitiba – Credito Eduardo Macarios

Poucos elementos, porém marcantes e muito bem escolhidos, compõem o projeto de Viviane Loyola (@viviane_loyola), que traz salas de estar e jantar, além de quarto, em 81 m2. “A ideia é um ambiente sem exageros, fluido, com linhas orgânicas e referências à natureza, por meio do uso de madeira, pedra e vegetação”, comenta a profissional.

A Artefacto em Curitiba fica na rua Comendador Araújo, 672. Acesse artefacto.com.br e saiba mais. Quer receber notícias como esta em seu e-mail? Cadastre-se para receber nossa newsletter.

Compartilhar

Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DW! SP 2024

Cadastre seu e-mail para receber notícias exclusivas do festival e do universo do design, arquitetura e decoração:

Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!


    Você poderá cancelar a assinatura a qualquer momento.

    Consulte nossa política de privacidade.