BLOG / Vídeos

Artefacto inaugura Mostra 2023 com ambientes que abordam a felicidade

Mostra Artefacto 2023, na flagshio Haddock Lobo, com assinatura de Debora Aguiar | Crédito Marco Antonio

Treze grandes nomes da arquitetura de interiores nacional interpretam, cada um à sua maneira, o lifestyle Artefacto sob a ótica da Felicidade na Mostra 2023 da marca. Os espaços inéditos se encontram na flagship localizada na Haddock Lobo e são uma atração imperdível no roteiro da DW! Semana de Design de São Paulo.

A nova coleção Alcheme ganha destaque nos ambientes apresentados. Com assinatura da arquiteta Patricia Anastassiadis, diretora criativa da Artefacto, as peças inspiradas na Alquimia captam o conceito de transmutação para entregar uma coleção de móveis mais ágeis e flexíveis, capazes de atender a múltiplas funções e prontos para transitar pelos mais variados espaços. Mais “transmutáveis”, por assim dizer, mas sem nunca abrir mão da excelência construtiva e da sofisticação inerentes à marca, que completa 47 anos em 2023.

Conheça a seguir cada um dos 13 espaços assinados com exclusividade para a Mostra Artefacto 2023.

Detalhes em evidência

Aline C. (@alinecarquitetura)
Carioca, atualmente residindo em São Paulo, Aline assina nesta edição a loja de 20 m2, destinada a apresentar a Artefacto Home. Um trabalho de forte conteúdo conceitual, no qual ela lança mão de uma abordagem black & white, que evidencia os detalhes dos objetos que habitam o universo da marca. Entre os materiais utilizados estão as pedras naturais, o vidro e o acrílico. Todos devidamente realçados por uma iluminação pontual e concentrada.

Ambiente da Mostra Artefacto 2023 assinado por Aline Celles | Crédito: Raphael Briest
Ambiente da Mostra Artefacto 2023 assinado por Aline Celles | Crédito: Raphael Briest

Felicidade na simplicidade

Bruno Carvalho (@bruno_carvalho)
Natural de Vitória, o design de interiores Bruno Carvalho vive entre São Paulo e Miami. Em sua oitava mostra Artefacto, ele apresenta em 115 m2 um living, uma suíte com escritório e uma sala de jantar. O conceito de felicidade se expressa na simplicidade, nas cores leves e especialmente na elegância de dois móveis chave: os sofás Eos, com sua sinuosidade pronunciada, e as poltronas Nyx.

Na Mostra Artefacto Haddock Lobo 2023, ambiente de Bruno Carvalho | Crédito: Marco Antonio
Na Mostra Artefacto Haddock Lobo 2023, ambiente de Bruno Carvalho | Crédito: Marco Antonio

Conforto e função

Chris Hamoui (@chris_hamoui)
Um ambiente contemporâneo, de 130 m2, realçado por uma atmosfera declaradamente dramática. Assim, a arquiteta define sua proposta em sua décima sexta participação consecutiva na flagship da marca. A marcenaria é tratada, como de costume, com especial atenção. Afinal, por meio dela é possível obter uma nova configuração para cada espaço. A escolha das peças leva em conta o conforto e a função, casando com a paleta de cores neutras para desenhar um refúgio.

Ambiente de Chris Hamoui na Mostra Artefacto Haddock Lobo 2023 | Crédito: Raphael Briest
Ambiente de Chris Hamoui na Mostra Artefacto Haddock Lobo 2023 | Crédito: Raphael Briest

Espaço flexível

Debora Aguiar (@deboraaguiararquiteta)
Presença constante em Mostras Artefacto – desde 2014 a arquiteta já assinou ambientes em São Paulo, Rio de Janeiro e Miami -, Debora Aguiar acompanha de perto a evolução da marca. Sempre aguardada, sua participação este ano responde, dentro de uma linguagem atemporal, à necessidade de bem receber. Tudo parte da integração do living com a sala de jantar, em cerca de 90 m2. Vale notar como o simples posicionamento estratégico do módulo Discovery, das poltronas Pol e Nyx e da chaise long Phili colabora ativamente para flexibilizar o uso do espaço.

Mostra Artefacto 2023, na flagshio Haddock Lobo, com assinatura de Debora Aguiar | Crédito Marco Antonio
Mostra Artefacto 2023, na flagshio Haddock Lobo, com assinatura de Debora Aguiar | Crédito Marco Antonio

Múltiplos usos no ambiente

Erika Queiroz (@erikaqueirozarquitetos)
Um ambiente só é pouco para conter a felicidade que emana das criações da arquiteta mineira, hoje radicada em Cuiabá e que completa este ano sete participações ininterruptas em mostras da Artefacto. Nesta edição, ela apresenta um ambiente de uso múltiplo, de 115 m2, com living, sala de jantar e suíte. A linha Lena foi o ponto de partida, com sua organicidade e texturas ressaltadas, presentes na mesa de jantar e bar.

Na Mostra Artefacto 2023 na Haddock Lobo, ambiente assinado por Erika Queiroz | Crédito: Raphael Briest
Na Mostra Artefacto 2023 na Haddock Lobo, ambiente assinado por Erika Queiroz | Crédito: Raphael Briest

Uma grande galeria de arte

Fabio Morozini (@fabiomorozini)
Para o arquiteto paulistano Fabio Morozini, felicidade é poder estar com as pessoas que lhe transmitem paz e tranquilidade. Este ano, a ideia foi inovar e explorar algo inédito em sua carreira, em um espaço neutro com linguagem orgânica. Ele foi pensado como uma grande área social, que abrange home theater, sala de jantar, lounge, bar. Tudo junto se revela como uma grande galeria de arte. Entre os destaques há um espelho com 2m de diâmetro, que veio diretamente da Artefacto Miami e promove uma visão multifacetada do ambiente. Na lareira, outro detalhe: frisos remetem aos anos 1920, e a peça tem desenho do próprio arquiteto.

Ambiente na Mostra Artefacto 2023 assinado por Fabio Morozini | Crédito: Raphael Briest
Ambiente na Mostra Artefacto 2023 assinado por Fabio Morozini | Crédito: Raphael Briest

Luz cênica e apelo sensorial

Genese Ramos Arq+Int (@geneseramos)
Poucas coisas são capazes de fazer a arquiteta mineira, baseada em Uberlândia, mais feliz do que concluir um novo projeto. Em sua estreia na Mostra Artefacto, ela propõe uma sala integrada, com estar e jantar, imaginada como um palco para novas experiências. Tons sóbrios e outros mais quentes são justapostos em equilíbrio e garantem um toque extra de sofisticação. A iluminação cênica, que parte do piso, vem para valorizar as superfícies de madeira, acentuando a sensação de relaxamento. Entre as várias sensações, algumas peças convidam ao toque, como a mesa de jantar Minos, com sua textura contrastante.

Ambiente de Genese Ramos na Mostra Artefacto 2023 | Crédito: Marco Antonio
Ambiente de Genese Ramos na Mostra Artefacto 2023 | Crédito: Marco Antonio

Pessoal e intransferível

Gláucia Britto Arquitetura (@glauciabrittoarquitetura)
Em poucas palavras, para a arquiteta mineira, natural de Itaúna, nada pode ser mais pessoal e intransferível do que o ser feliz. Nesta edição da mostra, ela comparece com nada menos do que três espaços: dois lavabos, com 20 m2 cada, além de um ambiente e 80 m2 que ela conceituou como Refúgio. Os lavabos trazem um visual impactante e atrativo, apostando no conjunto formado pelo pufe Illi, a cômoda Ray e a Moldura Lumio. Já no refúgio, a ideia foi radicalmente outra: um respiro para quem busca conforto, com materiais naturais que despertam sensações e tornam o ambiente vivo.

Ambiente de Glaucia Britto Arquitetura na Mostra Artefacto 2023 | Crédito Raphael Briest
Ambiente de Glaucia Britto Arquitetura na Mostra Artefacto 2023 | Crédito Raphael Briest

Luz do amanhecer

Lídia Maciel Arquitetura (@lidiamaciel__)
Para a arquiteta gaúcha de São Gabriel, se a felicidade fosse um ambiente, seria definitivamente um local íntimo. Daqueles compartilhados com quem se quer muito bem. Na sexta participação de seu escritório em terras paulistanas, ela apresenta um espaço que compreende living e suíte, circundada por uma generosa área íntima. São 98 m2 de uma planta praticamente quadrada, com a iluminação cênica que simula o amanhecer. Lídia desenhou um grande biombo para envolver o módulo Kubrick, móvel protagonista do ambiente.

Ambiente da Mostra Artefacto 2023 na Haddock Lobo, por Lidia Maciel | Crédito: Raphael Briest
Ambiente da Mostra Artefacto 2023 na Haddock Lobo, por Lidia Maciel | Crédito: Raphael Briest

Inspiração escandinava

Mariana Maran | OKA Arquitetura (@marianammaran / @oka.arquitetura)
Detentora do título de cidade mais feliz do mundo, Copenhagen ostenta um padrão de vida elevado. O que não necessariamente se traduz no luxo tradicional – pelo contrário. De lá, a arquiteta trouxe a inspiração para seu espaço e elege o pink para representar as emoções e a felicidade. Repleto de flores e com cerca de 113 m2, o projeto integra duas esferas da vida contemporânea: o trabalho, representado pelo escritório, e a esfera pessoal, presente no dormitório. Como ponto de equilíbrio, surge o living e o módulo Orfei, protagonista do ambiente.

Ambiente da Mostra Artefacto 2023 com assinatura de Mariana Maran | Crédito: Marco Antonio
Ambiente da Mostra Artefacto 2023 com assinatura de Mariana Maran | Crédito: Marco Antonio

Sobre relaxar em casa

Nathália Scheidt (@nathalia.scheidt)
São cinco os espaços imaginados pela arquiteta paulistana para compor seu ambiente na Mostra Artefacto: adega, charutaria com lareira, living, bar e jantar. Nathália Scheidt imaginou o percurso de alguém que chegue em casa e encontre o relaxamento na interação com os amigos, em um belo vinho ou charuto à beira da lareira, em uma conversa no living. A opção foi por móveis sinuosos, como as poltronas Wiggins e Carrie, e o sofá Argand, que se contrapõe e equilibra a linearidade do ambiente. Tudo por um aspecto mais fluido e acolhedor.

Ambiente da Mostra Artefacto 2023 assinado por Natalia Scheidt | Crédito: Raphael Briest
Ambiente da Mostra Artefacto 2023 assinado por Natalia Scheidt | Crédito:
Raphael Briest

Rooftop com jardim

Patricia Penna Arquitetura (@patricia_penna_arquitetura)
Para ela, a felicidade está nas coisas mais elementares. No convívio, em uma refeição ou um ambiente acolhedor, sinônimo de encontro e quietude. Com mais de treze participações, a arquiteta assina um ambiente que promove esse nível de experiência, de maneira intimista. Seu espaço é híbrido, em um rooftop de 180 m2 composto por trechos interno e externo, abraçado por um jardim tropical. Entre os móveis, o sofá Oscar e a poltrona Nuvola, de linhas orgânicas acentuadas, reforçam a conexão do espaço com a natureza e o convívio entre as pessoas.

Ambiente da Mostra Artefacto 2023 assinado por Patricia Penna | Credito: Raphael Briest
Ambiente da Mostra Artefacto 2023 assinado por Patricia Penna | Credito: Raphael Briest

Toque natural

Tiago Martins e Caio Bandeira | Architects + Co (@architects_mais_co)
Arquitetos soteropolitanos, eles estão à frente do estúdio Architects + Co com sedes em Salvador e São Paulo. Seu portfólio privilegia a sustentabilidade, o conforto e o contato com a natureza. Pela primeira vez na Mostra Artefacto, após a bem-sucedida passagem por uma edição da Artefacto Beach & Country, a dupla pensou em um espaço multifuncional voltado para o bem-estar. O destaque é o módulo Lounge, que ocupa o centro do ambiente. Já a estante Tournai ganha protagonismo ao sugerir uma atmosfera open space, receptiva e fluida. Enquanto elementos como a pedra evocam a cor da areia e a madeira acolhe, o azul remete à imensidão do oceano.

Mostra Artefacto Haddock Lobo 2023 exibe ambiente de Tiago Martins e Caio Bandeira | Crédito: Raphael Briest
Mostra Artefacto Haddock Lobo 2023 exibe ambiente de Tiago Martins e Caio Bandeira | Crédito: Raphael Briest

Para saber mais novidades do festival, continue acompanhando nosso perfil no Instagram @designweekendsp e as plataformas da DW!. Ah, e não deixe de assinar nossa newsletter para receber notícias em primeira mão.

Compartilhar

Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DW! SP 2024

Cadastre seu e-mail para receber notícias exclusivas do festival e do universo do design, arquitetura e decoração:

Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!


    Você poderá cancelar a assinatura a qualquer momento.

    Consulte nossa política de privacidade.