BLOG / Vídeos

Duo belga Muller Van Severen é eleito Designer(s) do Ano 2023 pela Maison&Objet

Dupla Muller Van Severen, da Bélgica, vencedora do Designer(s) do Ano 2023 pela Maison&Objet | Foto: Divulgação

A dupla belga Muller Van Severen (@mullervanseveren) foi nomeada Designer(s) do Ano de 2023 pela Maison&Objet, uma das maiores feiras de design do mundo. O prêmio reconhece a visão inovadora e o trabalho criativo de Hannes Van Severen e Fien Muller, que se destacam por sua abordagem entre o design e a arte. Eles exploram a verdade das matérias-primas em uma abordagem lúdica, aliando a qualidade artesanal em pequena escala.

A premiação da dupla acontece durante a próxima edição da Maison&Objet, de 7 a 11 de setembro, que vai exibir também uma exposição que mergulha no trabalho imaginativo de Muller Van Severen.

Mesa 3 Pieces Desk em aço e acabamento laqueado high gloss; Writing Desk em aço e prateleiras de polietileno; Chair #2 com estrutura em alumínio e pintura à mão em high gloss | Fotos: Divulgação
Mesa 3 Pieces Desk em aço e acabamento laqueado high gloss; Writing Desk em aço e prateleiras de polietileno; Chair #2 com estrutura em alumínio e pintura à mão em high gloss | Fotos: Divulgação

Eles se conheceram na Academia de Belas Artes de Ghent, na Bélgica, e abriram seu estúdio em 2011. Desde então, colaboram em uma série de projetos de design que desafiam as convenções estabelecidas, agora sediados em Evergem, uma pequena cidade nos arredores de Ghent.

Combinando materiais inesperados com formas esculturais, prezam sempre pela pureza formal. Suas peças são ao mesmo tempo funcionais – combinando vários usos – e esteticamente interessantes, nas quais interage a gramática das artes plásticas, gráficas e decorativas. Com a bagagem deles, essa visão plural e flexível ganha ainda mais coerência: Hannes é filho do lendário designer Maarten van Severen, além de ter estudado artes e conquistado dois mestrados em escultura. Fien cursou fotografia, tem mestrado na área e também em escultura.

Installation Small, com prateleiras em polietileno e assento em couro natural, podendo ser utilizada em duas peças separadas quandon desmontada; Crossed Double Seat, com estrutura em aço e assentos disponíveis em couro natural ou tecido verde e pink; Solo Seat Granito, com detalhe em granilite como superfície lateral de apoio | Fotos: Divulgação
Installation Small, com prateleiras em polietileno e assento em couro natural, podendo ser utilizada em duas peças separadas quando desmontada; Crossed Double Seat, com estrutura em aço e assentos disponíveis em couro natural ou tecido verde e pink; Solo Seat Granito, com detalhe em granilite como superfície lateral de apoio | Fotos: Divulgação

A relação entre a dupla e os objetos pode ser caracterizada como primitiva, livre de academicismos. Seus azuis, vermelhos, verdes e amarelos lembram as observações cromáticas de Piet Mondrian e o neoplasticismo de De Stijl. Linhas simples e cores vivas são lúdicas e ingênuas, expressando diversão e emoções em uma linguagem gráfica, bem minimalista. Ao mesmo tempo, o íntimo e o cotidiano se estabelecem nos desenhos descomplicados de suas criações.

Na Maison&Objet, a dupla vai exibir peças que estiveram no Salão do Móvel de Milão 2023 e outros trabalhos. Com exclusividade serão apresentadas, por exemplo, novas produções para a Hay. Além dessa aclamada collab com a marca dinamarquesa, a dupla tem trabalhos com Hermès, Kvadrat e Bitossi, além de peças expostas em museus prestigiados – a exemplo do Centre Pompidou em Paris e o MoMA de Nova York.

Wire C #1, estante em aço que pode vir nas cores branco, vermelho, azul ou verde; Cabinet Colour, de piso; Duo set + Lamp, laqueado em vermelho e assento em couro natural, trazendo assentos e luminária em uma só peça. | Foto: Divulgação
Wire C #1, estante em aço que pode vir nas cores branco, vermelho, azul ou verde; Cabinet Colour, de piso, com frente em vidro canelado; Duo set + Lamp, laqueado em vermelho e assento em couro natural, trazendo chaises e luminária em uma peça única. | Foto: Divulgação

Produzindo manualmente em escala artesanal, Muller Van Severen assume a beleza natural dos materiais, especialmente os mais sólidos, deixando que falem por si. Entre as matérias-primas mais utilizadas estão aço, polietileno, bronze, couro, mármore e esmalte. As peças fazem sentido expostas em uma galeria, mas também são coerentes no espaço de uma sala de estar, redefinindo com humor e leveza a linha tênue entre arte e design.

Curtiu essa matéria? Para receber outras novidades do universo arqdecor e design, assine nossa newsletter. Acompanhe a gente também no Instagram, em @designweekendsp, com novidades todos os dias.

Compartilhar

Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DW! SP 2024

Cadastre seu e-mail para receber notícias exclusivas do festival e do universo do design, arquitetura e decoração:

Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!


    Você poderá cancelar a assinatura a qualquer momento.

    Consulte nossa política de privacidade.