BLOG / Vídeos

Chaise Pitu de balanço celebra o conforto com desenho de Aristeu Pires

A DW! Semana de Design de São Paulo pela primeira vez recebeu os trabalhos do designer Aristeu Pires (@aristeupiresdesign). A novidade apresentada no dia 15, com conversa com o designer, no showroom da marca em Moema, não podia ser mais convidativa: a chaise Pitu de balanço.

A nova peça integra a linha Pitu, já consagrada e reconhecida pelo conforto que proporciona, completando o conjunto que inclui uma chaise com base fixa, uma poltrona, um pufe e um modelo de sofá que permite versões com 2, 3 ou 4 lugares. A chaise de balanço Pitu carrega consigo a estrutura em madeira maciça e o mesmo estofado acolhedor que caracterizam a linha com um ganho extra: “O movimento é irresistível, basta sentar e se reclinar”, explica o designer.

Chaise Pitu de balanço, nova peça da linha Pitu, assinada por Aristeu Pires | Foto: Reprodução @sossegodesign

Pitu: uma linha que abraça

Pitu nasceu em 2016, quando a chaise fixa foi desenhada e ganhou o apelido da filha caçula de Aristeu, Alice. “Queria oferecer a ela a experiência de um verdadeiro abraço”, conta o designer que aliou espumas de diferentes densidades às plumas naturais e projetou a sustentação a fim de envolver o corpo com o máximo conforto.

Não por acaso, em 2021, o jornal norte-americano The Wall Street Journal indicou a chaise Pitu como um dos sete assentos mais confortáveis dos Estados Unidos. A peça faz parte do portfólio da Sossego (@sossegodesign), que tem como objetivo levar o design brasileiro mundo afora.

Detalhes da chaise Pitu de balanço, nova peça da linha Pitu, assinada por Aristeu Pires | Foto: Reprodução @sossegodesign

Aristeu Pires, entre a tecnologia e o artesanal

Baiano de Campo Formoso, Aristeu Pires graduou-se em Ciências da Computação e foi um alto executivo da área tecnológica até que, em 2002, decidiu mudar de vida. Partiu para a Serra Gaúcha e levou para o design de mobiliário suas referências do universo das artes e da arquitetura, em especial, a admiração pelas construções modernas de Brasília, onde morou por 25 anos.

Seu trabalho em mobiliário é marcado pela integração das novas tecnologias aos processos artesanais. Algumas peças passam por até nove lixamentos manuais para que a madeira conquiste curvas suaves, o toque aveludado e o acabamento primoroso que hoje são marcas registradas. Suas criações são objetos de desejo pelo bem bem-estar que proporcionam.

Curtiu a matéria? O que há de mais interessante no universo do design está em nosso Instagram: basta seguir o perfil @dwsemanadedesign. Para receber as notícias em primeira mão, assine nossa newsletter.

 

Compartilhar

Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DW! SP 2024

Cadastre seu e-mail para receber notícias exclusivas do festival e do universo do design, arquitetura e decoração:

Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!


    Você poderá cancelar a assinatura a qualquer momento.

    Consulte nossa política de privacidade.