BLOG / Vídeos

Maison&Objet e Paris Design Week: 8 atrações imperdíveis pelo olhar da DW! Semana de Design

Paris é o lugar para se estar. Isso é o que afirma a comunicação da Maison&Objet, feira de decoração, design e lifestyle que conta com duas edições anuais – a segunda acontece de 07 a 11 de setembro e estamos com uma cobertura especial.

O principal ponto de concentração da M&O é o Parc des Expositions de Paris Nord à Villepinte, um centro de exposições localizado nos arredores de Paris. São 17 setores ao todo, que vão da decoração à beleza e qualidade de vida – uma novidade desta edição. Entre as mostras físicas e a plataforma digital MOM, a Maison destaca-se entre os eventos mais importantes para quem quer ser visto no setor. São cerca de 2,5 mil marcas, sendo 750 estreantes e 147 países representados. A última edição do evento, em janeiro, superou os 67 mil visitantes.

Além do salão – que conta ainda com 15 instalações e cerca de 30 conferências e talks, treinamentos de mercado e exposições, entre outras ativações –, a programação traz conteúdos multimídia para fortalecer a presença digital dos expositores e ampliar o acesso às novidades e à experiência, tanto para quem acompanha de outros lugares do mundo como para quem busca conferir tudo com mais calma após o final do evento.

O tema escolhido para nortear a curadoria é Enjoy. Uma busca pelos prazeres através de cores, extravagâncias, audácia e humor. É uma “exaltação à redescoberta, ao reencantamento das nossas vidas, livres da austeridade a que a sociedade e as marcas se curvaram em resposta a um mundo em crise”.

Nesta segunda Maison&Objet de 2023, a DW! Semana de Design marca presença. Lauro Andrade, CEO e idealizador do festival, é embaixador convidado por Mariana Amaral, representante da M&O no Brasil. Ele participa de uma série de conversas e eventos estratégicos na capital francesa. Há muito para explorar, então a DW! selecionou alguns highlights pra você ficar de olho, seja in loco ou online.

The Well-Being Experience

Uma das novidades da M&O é o setor Well-Beign&Beauty, no Hall 5. A segmentação da feira é dedicada ao bem-estar e à beleza, com ofertas que visam o morar, mas também o corpo e a mente. O slogan dá a proposta: este é “o espaço onde nos sentimos bem em nossa própria pele”.

De marcas de fragrâncias para casa a sex toys, há um sem número de produtos que prometem melhorar a relação com o espaço que habitamos e nossa morada fundamental. Mas o Well-Beign&Beauty não se basta em produtos. Quem for à Maison&Objet pode aproveitar, diariamente, The Well-Being Experience. Masterclasses, ateliês, workshops imersivos, palestras e outras ações trazem ao público diversas experiências surpreendentes, como leitura de tarô associada à aromaterapia ou mesmo uma cerimônia do chá com flores.

A marca francesa Le Jardin Retrouvé capitaneia uma ação que mescla tarô e aromaterapia na M&O | Foto: Divulgação

Signature Hall

Se o visitante da Maison quer luxo, ele não pode perder a seção Signature Hall. Ali se concentram as marcas de milhões, como a italiana Les Ottomans (@les_ottomans), que funde Ocidente e Oriente em coleções para mesa posta, tecidos, vasos e outras peças para a decoração. Outra casa que expõe neste setor é a Maison Matisse (@maison_matisse), da qual o fundador é o neto do pintor Henri Matisse (1869-1954). Ele propõe a continuidade do trabalho do artista por meio de interpretações tridimensionais, além de edições limitadas e collabs com designers de renome, como Formafantasma. Vale dar uma espiadinha.

Na foto, coleção La Musique, assinada pela Maison Matisse, que apresenta suas criações no Signature Hall | Foto: Divulgação

E os designers do ano são…

Se no último ano a escolha foi pela organicidade, a pureza formal e a austeridade cromática do israelense Raphael Navot, desta vez o duo belga Fien Muller e Hannes Van Severen (@mullervanseveren) é reconhecido por sua estilística única, baseada na justaposição de materiais e cores, em linhas econômicas, divertidas e geométricas.

“Nós vemos o design como um território com limites definidos. O campo das artes pode parecer assustador, pois é vasto e rico em possibilidades. É dentro dos limites impostos pelo objeto e sua necessidade de responder a uma função que nossa criatividade se expressa melhor”, diz Hannes. E Fien continua, ao falar da mostra para a M&O: “As paredes erguidas em torno da exposição simbolizarão essa fronteira: dentro, nossos objetos podem coexistir como parte do mesmo mundo, no mesmo espaço, suspenso no tempo”.

Escolhidos como os Designers do Ano de 2023, Muller Van Severen trazem na M&O, no hall 7, a curadoria de uma exposição que propõe um diálogo entre as suas diferentes épocas. Uma experiência sensorial que combina, sobretudo, peças das séries Future Primitive, Wire e Alltubes (foto), além de novas produções. Neste âmbito, com exclusividade para a Maison, Muller Van Severen ainda apresentam novidades desenvolvidas para a HAY (@aydesign), enriquecendo uma já aclamada colaboração.

O duo Muller Van Severen foi eleito como ‘designers do ano’ e realiza exposição que conta com a série Alltubes | Foto: Divulgação

Rising Talents

O prêmio Rising Talents escolheu sete profissionais solo ou escritórios de design como talentos a serem notados e eles estão em cartaz na M&O. Uma mostra com suas criações (móveis, objetos, utensílios, esculturas, luminárias e muito mais) é realizada no hall 6 (5 A).

Eles representam o novo design francês, socialmente engajado e focado no futuro. Um dos pontos de partida desses jovens criadores é questionar o objeto e sua forma de consumo a partir das pessoas, bem como da maneira de fabricar. É um desafio de reestruturação da cadeia, desde o desenvolvimento ao desejo de compra.

Criações de designers vencedores do Rising Talent Awards – France 2023, respectivamente: escritório SCMP; Nicolas Verschaeve e Athime de Crecy | Fotos: Reprodução @scmp_designoffice @nicolas.verschaeve @athime_de_crecy

Second Life, por materiO’

Materiais biodegradáveis, reciclados e recicláveis, produzidos com matérias-primas de fontes renováveis, sustentáveis e regenerativos, são o futuro. Por isso, vale olhar também para a mostra Second Life, organizada pela biblioteca global de materiais inovadores materiO’.

Papéis de escama de peixe, madeira de jeans, pisos feitos com cintos de couro usados, painéis baseados em bitucas de cigarro são alguns dos exemplares reunidos, que flutuam em cilindros transparentes e incolores no estande C123 – D124, do hall 7. A ideia é dar ao visitante todos os detalhes visuais e táteis, além de informações técnicas para que eles possam ser incorporados a produtos e projetos de arquitetura, arte e design.

A biblioteca global de materiais materiO’ apresenta uma exposição com produtos que podem revolucionar a indústria | Foto: Divulgação

Paris Design Week + M&O

A Maison&Objet acontece de forma simultânea à Paris Design Week – PDW, que segue até dia 16 de setembro. No festival são 450 espaços, apresentando de lojas a museus, agrupados em quatro setores da cidade e que pretendem transmitir uma visão multifacetada do design.

A PDW conta com site, guia e um aplicativo para que cada visitante crie seu roteiro mais convidativo e personalizado. A DW! indica a exposição Collectors House, que tem como tema a arte e o design brasileiros. E  aqui vão mais três atrações envolventes para ficar de olho.

Design sur Cours

O design, vez por outra, atravessa a fronteira da arte. E uma das instalações do programa Design sur Cours, da PDW, deixa essa poesia evidente. O pátio do Hôtel de Soubise, sede do Arquivo Nacional do Marais, recebe uma peça de design que também é instrumento musical: o xilofone Ko-Tone Spyral, assinado pelos designers japoneses da Invisi (@invisi_jp), é uma espiral feita de ripas de madeira, que atinge a altura humana.

O modus operandi é simples em execução e se dá pela intrincada forma, milimetricamente estudada: uma bola de madeira posta no topo percorre o trajeto proposto e executa a cantata de Johann Sebastian Bach (1685-1750), ‘Jesus, Alegria dos Homens’ (certamente presente em sua memória). Meio minuto de encantamento sonoro e alguns tantos pelo observar da estrutura: o resultado é pensar sobre a ligação entre homem e natureza, assim como a poesia das coisas simples.

AlUla Design Award

AlUla é uma cidade da Arábia Saudita que tem o registro do tempo marcado nas pedras e guarda vestígios de civilizações antigas e da Rota do Incenso. Em 2007, o reino decidiu transformar o sítio arqueológico em sua capital cultural. Por meio de um acordo com a França para o desenvolvimento do lugar, nasceu também AlUla Design Award, aberto a designers de todo o mundo.

Foram mais de 200 inscritos e 20 protótipos selecionados, sendo 10 finalistas (foto). Os cinco profissionais escolhidos foram anunciados em 7 de setembro e uma mostra com as peças já entra em cartaz, na Rue de Turenne, 21.

A ideia é oferecer uma versão contemporânea do estilo de vida deste antigo oásis, com objetos que possam ser transportados: joias, queimadores de incenso, lanternas, jogos de chá, brinquedos, cadeirinhas e afins. A oportunidade é interessante para aproximar o Ocidente do modo de vida dos países árabes e criar um diálogo cultural.

Projetos finalistas da segunda edição do AlUla Design Award, que tem exposição na Maison&Objet | Foto: Divulgação

Magma, Jeremy Maxwell Wintrebert

O artista e artesão Jeremy Maxwell Wintrebert trabalha há mais de duas décadas com a arte da vidraria, soprando peças sem moldes. Para a Paris Design Week, aliada às Jornadas Europeias do Patrimônio – organizadas pelo Conselho da Europa e Comissão Europeia –, desenvolveu uma instalação site specific para o Cour d’Honneur (pátio) do Hôtel de la Marine, recém-restaurado, na Place de la Concorde. A obra fica aberta à visitação de 7 a 19 de setembro.

Magma é uma composição de 80 discos de vidro soprados com diferentes diâmetros. Eles formam uma estrela e criam uma proposta de diálogo entre dicotomias: passado x presente; terreno x celeste; tradição x contemporaneidade. Ancorado em uma pedra imutável, que simboliza a constância, a instalação capta as variações da luz e “reflete a natureza da expressão humana em constante mudança”, como apontado no site do artista.

O artista e artesão Jeremy Maxwell Wintrebert desenvolveu a instalação Magma, para o Cour d’Honneur do Hôtel de la Marine | Foto: Reprodução @jmw_studio

Gostou do conteúdo? A gente não deixa você esquecer: a DW! Semana de Design participa da Maison&Objet e da Paris Design Week, então acompanhe as novidades! Para receber mais notícias como essa e sobre o universo do design, assine a newsletter da DW!. Aproveite e siga nosso perfil no Instagram e fique por dentro de tudo que acontece entre os criativos.

Compartilhar

Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DW! SP 2024

Cadastre seu e-mail para receber notícias exclusivas do festival e do universo do design, arquitetura e decoração:

Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!


    Você poderá cancelar a assinatura a qualquer momento.

    Consulte nossa política de privacidade.