BLOG / Vídeos

DW! PE: Artesanato, design e outras expressões da cultura na Fenearte

As manifestações artísticas e de artesania são exemplo concreto da expressão de um povo, uma comunidade e uma história. São técnicas, materiais, jeitos de fazer e saberes que guardam uma potência ainda maior quando pensamos na transmissão de tanto conhecimento de geração em geração. Trocas e encontros que transformam, atualizam e enriquecem ainda mais esse universo.

Essa riqueza ancestral é matéria-prima que nutre a Fenearte – Feira Nacional de Negócios do Artesanato, que chega a sua 23ª edição, em Pernambuco. Com 12 dias de programação – de 05 a 16 de julho de 2023 – o evento se consolida como a maior feira de artesanato da América Latina, com expectativa de movimentar cerca de R$ 40 milhões e participação de mais de 5 mil artesãs e artesãos. A abertura, em 5 de julho, levou mais de 6,5 mil pessoas ao Centro de Convenções de Pernambuco.

Um dos destaques desta celebração da cultura popular é a imperdível Alameda dos Mestres, setor que dá boas-vindas aos visitantes e reúne 64 mestras e mestres artesãos. São nomes relevantes na arte popular, com visibilidade local e nacional, já premiados e que têm o artesanato como herança e legado. E ainda há muito mais.

Alameda dos Mestres - O ceramista José Edvaldo Batista, o mestre Zuza, de Tracunhaém (PE), comemora 50 anos de carreira na Fenearte | Foto: Gleyson Ramos
Alameda dos Mestres – O ceramista José Edvaldo Batista, o mestre Zuza, de Tracunhaém (PE), comemora 50 anos de carreira na Fenearte | Foto: Gleyson Ramos

Todos os estados brasileiros e mais 27 países se encontram nesse caldeirão repleto de saberes. São mais de 30 setores na feira: no maior, dedicado a artesãos pernambucanos, são 305 estandes. Outros 68 expositores pernambucanos ocupam o espaço do Sebrae-PE e há, ainda, representações das agências do Amazonas, Ceará, Rio Grande do Norte, Minas Gerais e Espírito Santo. E um segmento de destaque são os espaços de oito etnias indígenas.

“Vamos aproveitar a feira e realizar um estudo aprofundado para compreender toda a cadeia produtiva do artesanato – desde a artesã e o artesão, passando pelo seu produto, o território em que vivem e produzem, e também o mercado. A partir disso, vai ser possível construir estratégias e ações estruturais para o artesanato nos próximos anos”, explica Camila Bandeira, à frente da Diretoria-Geral de Promoção da Economia Criativa da Agência de Desenvolvimento de Pernambuco (Adepe).

Estande da DW! Semana de Design antecipa o evento de 2024 em Pernambuco e convida a partilhar saberes sobre arte, design e artesanato na Fenearte | Foto: Gleyson Ramos
Estande da DW! Semana de Design antecipa o evento de 2024 em Pernambuco e convida a partilhar saberes sobre arte, design e artesanato, com exposição de diversas criações | Foto: Gleyson Ramos

DW! Semana de Design de Pernambuco, ato 1

Este ano, pela primeira vez, a feira também estabelece uma parceria com a DW! Semana de Design, que chega para fomentar a integração e a circularidade entre design e artesanato,  agregando na valorização da cultura, na geração de negócios e parcerias junto a movimentos e ações existentes. Assim, a DW! abre seu estande de forma compartilhada com o inédito Circuito Fenearte (a gente fala mais adiante sobre ele). São 80 metros quadrados dedicados aos encontros, com orientações sobre o Circuito Fenearte  atendimento ao público e exposição de peças de design nacional, com curadoria do artista visual Túlio Augusto e expografia da arquiteta Carol Sóter.

A arquiteta explica que o “estande foi pensado como uma ‘tela de fundo’ para as criações” e que a ideia é “reforçar o que há de melhor no design e artesanato regionais e brasileiro, valorizando o fazer manual através da cor terracota e de elementos em taipa de pilão”. O estande da DW! fica junto à entrada da feira, logo na recepção dos visitantes.

Loiças no centro das atenções

O tema deste ano da Fenearte enaltece uma arte criada por povos originários e que permanece no centro de muitas famílias da região. Loiceiros de Pernambuco – Arte da Terra, Poesia das Mãos celebra os pontos de partida dessa técnica e suas atualizações, celebrando e recuperando a história e as técnicas da produção de peças utilitárias. O trabalho dos loiceiros vai além de panelas e tigelas: são um emblema da mesa pernambucana e se estendem ao caráter receptivo dela.

Entre tantas programações em cartaz no Centro de Convenções de Pernambuco, uma dica é a palestra que acontece no sábado (08), com tema Loiceiras de Tacaratu e Bienal do Barro, sobre a arte das mulheres sertanejas. A conversa faz parte do projeto Conversas Instigantes, no Espaço Janete Costa, e se desdobra em uma exposição fotográfica assinada por Ana Araújo, que registra a técnica cerâmica perpetuada pelo Povo Pankararu.

No estande de Janete Costa na Fenearte, trabalhos de diversos criativos se integram à arquitetura contemporânea | Fotos: Gleyson Ramos
No estande de Janete Costa na Fenearte, trabalhos de diversos criativos se integram à arquitetura contemporânea | Fotos: Gleyson Ramos

Ainda há oficinas gratuitas – oferecidas diariamente – que vão das ecojoias e do macramê à arte renascentista, passando pelas cerâmicas e bolsas de cangaceiro. Também é tempo de música em dois palcos e de desfiles de moda, com coleções desenvolvidas por estudantes e coletivos, concentradas na Passarela Fenearte. Para conhecer a programação completa, acesse aqui.

Arte: da mesa à galeria

Loiças lembram sabores, e os de Pernambuco são celebrados na feira com a Cozinha Fenearte, que conta com aulas-show de vários chefs. Em 2023, o restaurante Pernambuco à Mesa, localizado no mezanino do Centro de Convenções, tem menu assinado pelo chef Cesar Santos, carta de drinques da Oficina do Sabor e sobremesas da Associação Assucar, com toques do confeiteiro Jonathas Liandro, da Negro Brownie, de Caruaru.

Em paralelo, no Circuito Fenearte – outra novidade desta edição – dez restaurantes são conectados a um roteiro que enaltece todas as expressões da criatividade. O circuito estabelece um diálogo com o campo das artes visuais e do design, em percursos que mapeiam 40 ateliês, centros culturais e galerias, com diversas atrações.

Designers de diferentes lugares do país estão reunidos no estande e na mostra da DW!, no Edifício Pernambuco. Dois deles são Sergio J. Matos (à esq.) e Caio Lobo. A poltrona manta Negra, de Sergio, vai passar por um work in progress com artistas e artesãos | Fotos: Gleyson Ramos
Designers de diferentes lugares do país estão reunidos no estande (fotos) e na mostra da DW!, no Edifício Pernambuco. Dois deles são Sergio J. Matos (à esq.) e Caio Lobo. A poltrona manta Negra, de Sergio, vai fazer parte de um work in progress no edifício, com artistas e artesãos | Fotos: Gleyson Ramos

É no Circuito que se localiza a segunda ação da DW! Semana de Design junto à Fenearte: uma instalação na fachada do Edifício Pernambuco, um prédio cinquentista no coração do Recife, bem como no quinto andar, uma ocupação de arte e design. É o primeiro ato da exposição Plural: Mãos e Almas – O encontro do artesanato, da arte, do design e da indústria brasileira em Pernambuco, com mostra e um work in progress que trabalha intervenções de artesãos sobre a cadeira Manta Negra, assinada por Sergio J. Matos e desenvolvida em parceria com a DonaFlor Mobília.

Ainda no âmbito das artes plásticas, há no Circuito Fenearte outras duas atrações, ambas no Cais do Sertão, a ART-PE – Feira de Arte Contemporânea de Pernambuco e a exposição Sertão sobre Sertão: Narrativas Poéticas e Design Autoral, com obras do designer Fabio Melo.

Aproveite tudo!

  • DW! Semana de Design no Edifício Pernambuco
    Instagram: 
    @dwsemanadedesign
    Quando: 12 de julho, abertura para convidados; visitação gratuita em 13 e 14 de julho
    Onde: Avenida Dantas Barreto, 324 – 5º andar – Santo Antônio, Recife – PE
    Horário: 13h às 18h
    Ingressos gratuitos: Sympla
  • Programação Circuito Fenearte
    Acesse o site
  • 23ª Feira Nacional de Negócios do Artesanato (Fenearte)
    Quando: 5 a 16 de julho de 2023
    Onde: Centro de Convenções de Pernambuco – Av. Prof. Andrade Bezerra, s/n – Salgadinho – Olinda/ PE
    Horário: das 14h às 22h (de segunda sexta-feira); das 10h às 22h (sábado e domingo)
    Ingressos: segunda a quinta-feira – R$ 12 (inteira) e R$ 6 (meia); sexta, sábado e domingo – R$ 16 (inteira) e R$ 8 (meia)
  • 2ª ART-PE – Feira de Arte Contemporânea de Pernambuco
    Informações e ingressos via Sympla
    Exposição “Sertão sobre Sertão – Narrativas Poéticas e Design Autoral”
    Quando: até 05 de agosto de 2023
    Onde: Centro Cultural Cais do Sertão | Av. Alfredo Lisboa, S/N – Bairro do Recife – Recife/ PE
    Horário: das 10h às 16h (de terça a sexta-feira); das 11h às 17h (aos sábados, domingos e feriados) – Última entrada até 30min antes do fechamento

 

Gostou desse conteúdo? Para receber mais notícias sobre o tema e outras novidades sobre o universo do design, assine a newsletter da DW!. Aproveite e siga nosso perfil no Instagram, @dwsemanadesesign e fique por dentro das novidades.

Compartilhar

Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DW! SP 2024

Cadastre seu e-mail para receber notícias exclusivas do festival e do universo do design, arquitetura e decoração:

Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!


    Você poderá cancelar a assinatura a qualquer momento.

    Consulte nossa política de privacidade.